O Sofrimento e a Eternidade

Pois o necessitado não será para sempre esquecido, e a esperança dos aflitos não se há de frustrar perpetuamente” (Salmos 9.18)

Abraham Lincoln, tido como um dos melhores presidentes dos EUA, contou sobre um rei do oriente que ordenou que seus sábios criassem uma frase. Ela deveria ser lapidada em uma pedra e deveria ser sempre vista por todos. Deveria ser uma verdade e também ser aplicável em qualquer situação e em qualquer hora. Os sábios se reuniram e, depois de algum tempo, voltaram para o rei com a frase: “Isso também vai passar”.

Aquela frase realmente se aplica em todas as situações. Nos momentos de glória e de prosperidade ela abaixa nossos olhos para o nível certo. Em nossa maior tristeza e agonia, levanta nosso olhar. O dinheiro que ganhamos hoje, amanhã não existe, corroído pelas dividas. O que a ciência define como verdadeiro hoje, amanhã não vale mais, com novas descobertas. O que somos hoje, não seremos mais amanhã. A tristeza que sofremos hoje, amanhã se apaga. Algumas coisas demoram mais, outras mudam rápidamente.

Queremos que a alegria que temos hoje dure para sempre e que a tristeza e a dor passem logo e parece que nunca passam. Queremos a solução de tudo aqui e agora. Nós não temos visão da eternidade. Esquecemos que Deus é eterno e que nos promete uma vida eterna e feliz com Ele quando aceitamos a sua oferta de salvação e de vida que é de graça. Aqui na Terra só temos uma tênue sensação de vida e da felicidade que só será completa na eternidade.

W. E. Best escreveu: “A eternidade é a duração sem princípio, a existência sem limites ou dimensão, o presente sem o passado ou futuro, a infância sem a juventude ou velhice, e o hoje sem o ontem ou o amanhã. […] A vida eterna obtida pela graça é a maior de todas – qualitativamente e quantitativamente. A qualidade desta vida lhe dá quantidade. Embora o crente esteja neste mundo do tempo, pela graça ele não é deste mundo do tempo. Sua riqueza não é uma duração inexaurível, mas a vida eterna, que é sem fim. Quando o cristão passa do tempo para eternidade, a extensidade de sua experiência é substituída pela intensidade”

Talvez você tenha fechado um negócio que te deixa alegre, esfuziante ou então esteja sentindo a dor da solidão e da tristeza pelo luto ou pela perda de algo ou alguém que se foi. Seja o que for: isso também vai passar, pois o que é hoje não será mais no dia seguinte. Quer você esteja alegre ou triste, coloque as coisas na perspectiva correta. Quando estiver voando, olhe para Deus. Quando estiver esmagado e destruído, olhe para Deus. Olhe para Deus e viva de acordo com a Palavra dEle. A verdade de Deus é eterna e não muda. Ele ama você eternamente e quer que você viva um relacionamento verdadeiro e eterno com Ele. Deus está junto de você nos momentos alegres, mas também nas mais negras, profundas e temporárias tristezas da vida. Sempre.

Os céus e a terra passarão, mas as minhas palavras jamais passarão” (Mat. 24.35).

Oração: Querido Pai, eu não posso ver a eternidade, o amanhã, mas tu vês. Hoje coloco meu desânimo e minha dor em tuas mãos. Obrigado por Tua sabedoria, encorajamento e alegria renovados ao saber que tu sabes controlas todas as coisas inclusive o amanhã. Quando o sucesso, o alívio, a tristeza ou a dor chegarem, seja o que for, quero viver na verdade de tuas palavras e eternamente contigo.