A Dor é Carnívora

Portanto está alegre o meu coração e se regozija a minha glória; também a minha carne repousará segura. Pois não deixarás a minha alma no inferno, nem permitirás que o teu Santo veja corrupção. Far-me-ás ver a vereda da vida; na tua presença há fartura de alegrias; à tua mão direita há delicias perpetuamente” (Salmos 16:9-11).

Gosto de ler livros de suspense. Um dos autores que mais admiro é Dennis Lehane. Seu livro de maior sucesso é Mystic River que foi adaptado por Clint Eastwood para o cinema e foi indicado ao Oscar de melhor filme, além de faturar os prêmios de melhor ator e melhor ator coadjuvante. Ele vem sendo comparado a mestres do policial como Dashiell Hammett e Raymond Chandler.

Em seu livro “Sagrado”, Diz Trevor Stone, um milionário de Boston: “A dor é carnívora”. Trevor tem um câncer violento, mas a dor que o devora talvez se explique mais pela recente morte da mulher e pelo desaparecimento da filha, a bela e deprimida Desiree.

Não sei se você está passando por uma grave doença. Mas, sei que a dor é carnívora;
Não sei se perdeste alguém querido. Mas, sei que a dor que isto causa é carnívora;
Pode ser que estejas chorando o desaparecimento de um amor. Tenho certeza que a dor é carnívora.
Deprimido, podes estar, e essa depressão é dor carnívora.

Na carne, na alma e nos espírito as dores, perdas e sofrimentos que passamos doem de maneira cruel em nosso ser e nos consomem, nos devoram, esmagam nossos ossos, corroem tecidos, espremem nervos e fazem lacrimejar o mais duro dos homens. As dores realmente são carnívoras. Mas, há um jeito de vencer a todas elas. Saiba que Deus está contigo. Na dor poderás encontrar repouso seguro com Deus. Ele não permitirá que essa dor te conduza para o inferno dos sofrimentos e aflições sozinho e, estando com Ele, não verás a corrupção de seu ser, do seu corpo, de sua alma e de seu espírito. Ele te fará ver a vereda da salvação, o caminho da paz, a senda da restauração, o caminho estreito que cura feridas, sara doenças, restaura até a carne que parece ter sido arrancada na violência da visitante carnívora. Ele te conduzirá a Jesus. Sim, você pode sair desta situação. Acredite que na presença de Deus há fartura de alegrias e que em suas mãos encontrarás delicias perpetuas. Na presença do Pai, não serás o prato principal da mesa dos corruptos. E, as aflições carnívoras deste mundo não te alcançarão. Aliás, conhecerás a Jesus que morreu em dor carnívora, por amor a você. Alegre-se! Jesus está contigo. Ele é porto seguro de sua alma, de sua mente, de seu coração, de sua carne e de seu espírito.

Oração: Pai. A dor que sinto me consome e me destrói. Mas, hoje quero estar na tua presença. Sei que contigo serei tratado, serei curado e verei as feridas do meu ser serem saradas pelo sangue de Jesus. Por isso, eu decidi não sair da tua presença. E mesmo que uma dor me visite, eu descansarei e me fartarei de tuas delicias, da tua salvação e de tuas alegrias. Não viverei mais no inferno da tribulação nem serei tomado pela degeneração de meu ser. Antes, pelo contrário, estarei contigo e viverei feliz, na presença de meu Deus.