Maria Eduarda Plantará Batatas

No domingo passado minha netinha completou um ano de vida. Nome dela é Maria Eduarda e, eu a amo profundamente. Só, quem é vovozinho compreende quais os sentimentos que afloram quando estamos com eles ou elas. A amo mais que profundamente, mas não mais do que o próprio Deus, eu sei.

Assisti recentemente o filme “O fazendeiro de Deus”, baseado na história real de Angus Buchan, um fazendeiro na África do Sul nos tempos terríveis do Apartheid e do colérico El Niño. Em tempos difíceis e de terra seca ele, obedecendo à voz de Deus, planta batatas. Formidável filme tem seu nome baseado numa história de superação e na crença inabalável em Deus e em suas batatas. O nome do filme em inglês é “Fé como Batatas”. Quando a orientação e a decisão aparente mais sábia era não plantar nada naquela terra árida, ele escolheu plantar algo que não se vê. Quando plantou milho ele viu com seus próprios olhos o que aconteceu com eles. Viu a planta crescer e o fruto brotar. As batatas, enterradas no solo seco, não eram visíveis. Mesmo, assim, ele confiou em Deus e como as suas batatas, desenvolveu as raízes da fé, que somente se tornam visíveis quando chega a hora da colheita.

Maria Eduarda é assim, apesar de visível, e como ela nos chama atenção com seu rosto bonito, sorriso constante e alegria contagiante; ela é como as batatas. Não conseguíamos ver o que ela se tornaria, como ela seria, que sorrisos nos daria, como seriam seus abraços ternos e a sua doce voz. Mas, confiamos em Deus, colocamos nossa esperança no Pai, a amamos como a nós mesmos, e na hora certa, no tempo aceitável, chegou hora da colheita que nos ofereceu a certeza que Deus cuida de nós. Deus é um deus providencial. Nos dá a oportunidade de cremos nos seus milagres, no seu amor, na sua Graça, mesmo em tempos difíceis, mesmo em meio de perdas que julgamos sermos incapazes de superar. Em vez de chorar, lamentar, desistir, empacar ou se enterrar; creia em Deus e tenha fé tal qual aquele fazendeiro, ou como a Maria Eduarda, que há 02 anos atrás não conhecíamos, nem de falar, mas estava plantada no meio de nós, através do viver a certeza que todas as promessas de Deus serão cumpridas em nossas vidas. Podemos, mais uma vez vê-las, uma delas: fez 01 aninho.

Oração: Paizinho, Deus cheio de amor por nós. Rendemos-te toda honra e te dizemos que te amamos sobre todas as coisas. Sei que há pessoas que estão passando dificuldades, que se encontram em desertos. Mas, que a oração destes a Ti hoje seja de fé como batatas. Que eles confiem em ti, e mesmo não vendo solução, creiam que a hora da colheita chegará. Neste dia veremos frutos saborosos, grãos de fé, batatas de alegria e as tuas mãos sobre nós. Nós confiamos em ti. Vamos plantar batatas. Obrigado Deus pela Maria Eduarda, pelo Caio e pela Caroline. Sei que eles estão plantando batatas.