O Cemitério Intocável do Coração e da Alma

E certa mulher que, havia doze anos, tinha um fluxo de sangue, E que havia padecido muito com muitos médicos, e despendido tudo quanto tinha, nada lhe aproveitando isso, antes indo a pior; Ouvindo falar de Jesus, veio por detrás, entre a multidão, e tocou na sua veste. Porque dizia: Se tão-somente tocar nas suas vestes, sararei. E logo se lhe secou a fonte do seu sangue; e sentiu no seu corpo estar já curada daquele mal. E logo Jesus, conhecendo que a virtude de si mesmo saíra, voltou-se para a multidão, e disse: Quem tocou nas minhas vestes? E disseram-lhe os seus discípulos: Vês que a multidão te aperta, e dizes: Quem me tocou? E ele olhava em redor, para ver a que isto fizera. Então a mulher, que sabia o que lhe tinha acontecido, temendo e tremendo, aproximou-se, e prostrou-se diante dele, e disse-lhe toda a verdade. E ele lhe disse: Filha, a tua fé te salvou; vai em paz, e sê curada deste teu mal” (Marcos 5.25-34).

Há sempre algo intocável em nossas vidas. Algumas decisões que tomamos em relação à vida demonstram o quanto nós cedemos ou renunciamos. Muitos não largam o osso de forma alguma. Se alguém chegar perto, viram lobos ferozes. Numa análise mais profunda podemos entender que certamente há coisas, sentimentos, pessoas, idéias, manias e vontades intocáveis.

É por isso que bate a porta o sofrimento. Há uma frase que não sei realmente quem é seu autor, já ouvi falar que é de Madre Teresa de Calcutá e de Jimmy Hendrix que diz: “Se as pessoas foram feitas para amar e as coisas para usar, porque amamos as coisas e usamos as pessoas”. Grande sofrimento é amar coisas. É ter como intocável algo que irá acabar. Recentemente, dei uma coleção de DVD’s para um amigo. Vi que ele gostava muito mais daqueles filmes do que eu. Os dei com muita alegria, dei algo que me custou caro. Para que serve as coisas senão para servir para algo ou alguém? O que era intocável porque foi caro, hoje vale muito menos do que um dia imaginei, pois o valor da coisa é passageiro. O intocável se fez tocável.

Qual o valor de ser intransigente e teimoso? Para que ser intolerante e vazio? Há verdades inegociáveis, mas elas não devem nos transformar em fundamentalistas. A minha verdade não é a sua verdade, entretanto há somente uma verdade, o Senhor Jesus Cristo. Isso, não nos transforma em fundamentalistas, mas fundamentalmente nos torna bons ouvintes, tolerantes, amigos e servos. Minhas idéias são tocáveis, a Verdade que é Cristo, independente do que dizem ou façam, é intocável.

Algumas manias são intocáveis. Conversei com um amigo que dizia que não conseguia dormir sem lavar toda a louça. Ás vezes ele encontrava sua esposa dormindo depois da grande lavagem noturna. Disse-lhe que ele deveria ter a mania de amar a esposa, surpreendê-la abraçando-a a noite para dizer que ela era sua maior mania. Que adianta ter manias intocáveis se elas destroem relacionamentos, casamentos e vidas? As manias são tocáveis.

Alguns sentimentos parecem ser intocáveis. Algumas pessoas alimentam o orgulho de terem estes sentimentos obscuros desde criancinhas. Muitos adotam sentimentos rudes e absurdos. Outros colecionam dores, mágoas, feridas e pessoas que os feriram. É o cemitério intocável do coração e da alma. Jesus liberta você, pois Ele perdoa seus pecados e os pecados dos que te magoaram. A escolha dele por ti, pois te conhece e te ama intimamente, é para todos e todas. Para Jesus ninguém é intocável. Ele quer tocar na sua vida, na sua alma, em suas feridas e em seu coração. Se seu coração é intocável como uma pedra bruta, abra o seu coração para Jesus. Aliás, quero lembrar que o próprio Jesus não é intocável. Hoje Ele pede a ti, toque em minhas vestes. Ele irá curar o teu mal. Ele te curará da tristeza, da dor e da prisão de ser um intocável. O fluxo de sangue, de dor, de tristeza, de luto, de mágoas, de decepções se secou. Sê hoje curado(a) de teu mal, pelo amor de Jesus.

Deus te abençoe!