O Haiti é Aqui

E quanto a mim, longe de mim que eu peque contra o SENHOR, deixando de orar por vós; antes vos ensinarei o caminho bom e direito” (I Samuel 12.23) Quando minha mãe faleceu meu irmão mais velho procurou-me para perguntar quem agora iria orar diariamente por nós. Decidimos orar todos os dias uns pelos outros.

As crises, tribulações, desastres, corrupção, perdas, aflições e terremotos sempre existiram, existem e existirão. O grande problema destas catástrofes é que na maioria das situações, somente procuramos Deus, para nos acudir, quando já estamos presos em escombros deste mundo decaído ou, na maioria das vezes, simplesmente o procuramos para culpá-lo por tudo e por nada, por deixar ter acontecido ou por sua “aparente” negligência divina.

Jesus falava com o Pai. Na cruz que deveria ser nossa, ele diz: “Pai, perdoa-lhes porque não sabem o que fazem” (Lucas 23.34). Jesus orava por aqueles que o matavam. Jesus esqueceu sua dor, suas aflições, seu sofrimento, sua queda e o cheiro de morte, a sua morte, para orar por nós.

Convido você a ser Jesus. Convido você a esquecer o tremor de ondas sinistras que te assolam para orar pelos haitianos que foram devastados por terrível tremor de terra. Convido a esquecer o seu problema, e peço para orar pelo Haiti.

O país mais pobre do ocidente, a jóia menor de nossas Américas, o próximo sofrido e carente, a terra explorada e por “alguns” até, acho que maior desastre não há, achada maldita, precisa de suas orações.

Meu pedido é que esteja longe de ti, deixar de orar pelo Haiti. Comece logo assim: ensine o caminho bom e direito aos que estão ao seu redor. Ame-os e não peques mais. O Haiti é aqui, se eu não orar por ti. Quem vai orar pelo Haiti?

Oração: Pai, perdoa-me porque tenho vivido com meu coração voltado somente para mim. Não tenho tempo mais tempo para chorar a minha dor. Vou chorar nos teus braços a dor do outro. Paizinho, salve o Haiti, salve o povo que sofre, salva-os até de mim, que não sou digno de Ti.