O Ventre do Inferno

E orou Jonas ao SENHOR, seu Deus, das entranhas do peixe. E disse: Na minha angústia clamei ao SENHOR, e ele me respondeu; do ventre do inferno gritei, e tu ouviste a minha voz. Do SENHOR vem à salvação. Falou, pois, o SENHOR ao peixe, e este vomitou a Jonas na terra seca” (Jonas 2.1-2;9-10).

Uma menina estava conversando com a sua professora. A professora disse que era fisicamente impossível que uma baleia pudesse engolir um ser humano porque apesar de ser muito grande, a sua garganta é muito pequena.

A menina afirmou que Jonas foi engolido por uma baleia. Irritada, a professora repetiu que uma baleia não poderia engolir nenhum ser humano; era fisicamente impossível.

A menina, então disse: ‘Quando eu morrer e for ao céu, vou perguntar a Jonas’. A professora lhe perguntou:- ‘E o que vai acontecer se Jonas tiver ido ao inferno?’A menina respondeu:- ‘Aí a senhora pergunta.


A história é perfeita. Demonstra claramente o porquê devemos crer como uma criança. Devemos receber a Graça de Deus como uma criança. Uma criança ao receber um presente não pergunta o que deve fazer para merecê-lo. Simplesmente, recebe. Deus faz assim conosco. Deu-nos consolo, abrigo e a salvação por seu Filho Amado Jesus. Sejamos crianças, não merecemos, mas mesmo assim nosso Pai nos deu.

Sei que na Bíblia não está escrito que foi uma baleia que engoliu a Jonas. Foi um peixe grande. Um peixe tão grande que poderia engolir o Jonas na medida e no tamanho deste. O importante nesta história é que Jonas depois de estar no porão do navio, depois de ser jogado ao mar revolto, depois de ser engolido pelas ondas, é finalmente, engolido por um peixe grande. Ali fica cerca de 03 dias. Numa solidão terrível. Num lugar muito fétido. Sem poder descansar ou dormir. Ele está num lugar muito parecido com o local, à situação ou circunstância que podes estar passando. Ele está longe de Deus. Creio que, o texto maravilhoso, narra a saga de um homem que decidiu não obedecer ao Pai. Este homem, que pode ser eu ou você, vai muito além do fundo do poço, vai para a barriga de um grande peixe nas profundezas do imenso mar, por se afastar deliberadamente da vontade de Deus. Ele afundou e foi engolido na tempestade, não porque Deus assim o colocou, mas porque procurou o peixe grande, e ele é grande mesmo.

Não vá atrás de mentiras, sucesso sem trabalho, portão de mulheres adúlteras, do vazio do rancor, da escuridão da raiva e da ausência de perdão. Obedeça ao Pai. Cresça em estatura e em sabedoria. Trabalhe, estude, sejas coerente. Se conduza com perfeição, seja amigo da bondade e da misericórdia, ame seu conjugue, admire seus filhos, honre seus pais. Seja grato a Deus e encha-se do perdão que Ele dá. Não vá para o inferno, seja ele aonde for, entenda que o inferno é necessariamente estar em um lugar que Deus não está.

Seu problema pode ser muito grande. Mas Deus é maior! Ore, clame ao Senhor. Ele te ouvirá mesmo que estejas no ventre do inferno e te conduzirá a terra Seca, nunca mais verás a Baleia, aliás, o Peixe grande.

Oração: Pai, tira-me deste lugar, desta situação tão dolorosa. Não quero estar ou viver longe de ti. Envia-me a lugar seguro. Confio somente em Ti. Sei que nada, nenhuma circunstância poderá afastar-te de mim. Tu és maior que meus problemas. Tu és o Deus da minha Salvação. Obrigado por teu Filho amado Jesus, que me tirou do ventre do inferno, para os teus braços seguros.