Por Que Sofremos? (Encontrando significado nas tragédias)

Um dos maiores questionamentos do homem está relacionado ao sofrimento. Qual o significado das tragédias? Onde encontrar sentido para o sofrimento? Por que Deus permite o sofrimento?

Não é dificil abrirmos as páginas dos jornais e encontrarmos uma tragédia. Hoje em dia até nos acostumamos e ficamos anestesiados diante das noticias e das tragédias que acontecem aos outros: Um avião cheio de pessoas com sonhos, desejos e vontade de viver é jogado contra um prédio nos Estados Unidos. Um filho que sai de casa para a escola e é encontrado dias depois, morto.

Mas e quando acontece conosco? Quando penso nisso, algumas coisas me vêm à lembrança: Casei-me em 2001, naquela época tinhamos uma proposta da empresa de sermos transferidos para os Estados Unidos. Assim combinei com o chefe que a transferência se daria depois da lua de mel. Na volta as passagens já estariam disponíveis para a nossa mudança. Qual a nossa surpresa ao voltarmos e não encontrarmos os bilhetes. Em vez disso, dias depois liga o chefe dizendo que eu estava demitido. Começam os problemas. Não era esse o plano. Agora, recem casado e sem emprego. Decidimos então começar a montar nossas coisas e compramos uma TV de 29 polegadas, DVD e mais umas coisinhas. No feriado seguinte, 7 de setembro decidimos viajar para passar uns dias no interior. A tragédia nos atinge novamente quando a cunhada liga dizendo que invadiram a casa e levaram todas as coisas que tinhamos acabado de comprar. A grande pergunta nossa foi por que? Por que Deus estava sendo tão duro conosco?

Poucos dias depois, no dia 11 de setembro de 2001, liguei a TV e vi a tragédia do World Trade Center (WTC). E quanto às pessoas que estavam no prédio e foram atingidas? E as pessoas que estavam no avião? E os seus parentes? Vamos voltar a esse ponto mais adiante.

Nós vemos e ouvimos falar de tragédias semelhantes em que o homem comete crueldade contra outro homem. Há os que sofrem por que perdem o emprego, a família, ou quando a morte ou a doença chega. Há os que são violentados em sua inocência e adquirem uma noção que chega a ser palpável da violência neste mundo. Por que sofremos? Onde encontrar significado nas tragédias? Por que Deus permite que essas coisas aconteçam conosco?

Porque Deus não faz nada?

Nós que somos criados na igreja, ouvimos falar sempre da bondade de Deus. De seu poder infinito. Se Deus é bom e poderoso, por que Ele não faz nada para parar o sofrimento?

A resposta à essa pergunta está em que Deus nos criou, nos ama infinitamente e nos deu liberdade para escolhermos viver de acordo com o amor e a vontade dEle ou fazermos as coisas do nosso jeito e distantes dEle. A humanidade e cada um de nós escolhe em algum ponto da vida viver independente de Deus. Uma rebelião que nos afasta de Deus, embora Ele esteja sempre próximo e pronto a cuidar de nós quando decidimos voltar para Ele.

Aquelas pessoas que jogaram o avião contra o prédio, ou que disparam suas armas contra nós estão vivendo fora da bondade de Deus. Têm sua própria visão da vida e estão surdas ao que Deus fala. A Bíblia traz o relato do que Deus tem feito para mudar isso desde que o homem se revoltou contra Ele. Mas nós temos a livre escolha de O seguirmos ou não.

Deus sabe o que é o sofrimento

Deus fez algo para que o sofrimento pare. Ele enviou seu filho Jesus ao mundo para sofrer por nós o castigo de nossa rebeldia. Deus sabe o que sofremos. Ele mesmo deu seu filho voluntariamente por nós. E nós fizemos com Cristo o que as outras pessoas fazem conosco. Nós queremos viver do nosso jeito e não do jeito que Deus quer.

Jesus foi honesto

Jesus não nos enganou. Ele disse que no mundo passaríamos por problemas:

Eu lhes disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo” (João 16.33).

Mas Ele deixou uma esperança:

Não se vendem cinco pardais por duas moedinhas? Contudo, nenhum deles é esquecido por Deus. Até os cabelos da cabeça de vocês estão todos contados. Não tenham medo; vocês valem mais do que muitos pardais!” (Lucas 12.6-7).

Encontrando significado nas tragédias

C. S. Lewis disse “Deus sussurra em nossos prazeres, fala em nossa consciência, mas grita em nossas dores. É o seu megafone para despertar um mundo surdo”. Nas tragédias, Deus está querendo dizer que Ele é o bem supremo. Ao lado dele encontramos razão para a vida.

Onde Deus está quando as tragédias nos atingem? Está ao nosso lado. Sofrendo conosco. Ele conhece cada uma de nossas lágrimas. O Salmo 23.4 diz “Mesmo quando eu andar por um vale de trevas e morte, não temerei perigo algum, pois tu estás comigo” (NVI).

Encontrei a resposta para a primeira tragédia: Por que perdi o emprego uma semana depois de casado? Naquele 11 de setembro de 2001 veio a resposta. Meu primeiro trabalho nos EUA seria naquele prédio. Deus havia nos livrado de algo pior. A verdade é que EU tinha planos para minha vida ao me mudar para os EUA. Não consultei Deus. Deixei Ele fora do assunto vida profissional. A tragédia veio para que eu parasse antes que as coisas ficassem piores.

A resposta para o sofrimento está em nos voltarmos para Deus. Buscarmos Sua vontade acima de nossos desejos. Extrair o bem do mal. Você saberá quando chegar a hora.

Volte-se para Deus. “Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês” (I Pedro 5.7).

Portanto, irmãos, rogo-lhes pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus; este é o culto racional de vocês. Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus” (Romanos 12.1-2).