As Mãos do Senhor

O salmista afirmou em tempo de aflição que “Os meus tempos estão nas tuas mãos” mas, pediu imediatamente ao Senhor “livra-me das mãos dos meus inimigos e dos que me perseguem” (Salmos 31:15).

Tive hoje à tarde na empresa que trabalho, a enganosa sensação que eu estava nas mãos de homens que estão acima de mim hierarquicamente. Louvo a Deus pela resposta imediata e maravilhosa que recebi dEle. Posso então afirmar que minha vida, meu lar, minha casa, minha juventude, minha velhice, meu tempo, meu sustento, meu choro e minha alegria estão nas mãos de Deus.

Cuidado! Cuidado para não substituir o Senhor pelo seu chefe, seu pai, sua mãe, seu pastor, seu esposo ou sua esposa, filhos ou quaisquer um que deseje em algum tempo assumir descaradamente o senhorio do Senhor em sua vida. É enganoso o nosso coração. Sabemos que nosso tempo está nas mãos de Deus. Este é o melhor lugar para ele estar.

O bonito e marcante no salmista é verificar que seu relacionamento com o Pai, sempre foi imenso e constante, sua conversa com o Bom Pastor era transparente e verdadeira. Os seus olhos se elevavam além dos montes à procura de socorro. Mas o Senhor sempre esteve perto dele. Ele é o Senhor do tempo. Assim, mesmo sabendo, que Deus tinha o comando sobre tudo e todos. Mesmo sabendo que Deus tomaria o seu cajado para afastar os lobos que nos rodeiam. Ele pede ao Pai: “livra-me das mãos dos meus inimigos e dos que me perseguem”. O salmista entendeu que, apesar de todo cuidado, Deus quer ouvir de nós uma oração.

Minha oração é que tenhamos com Deus um relacionamento sempre constante. Cada dia mais próximo. Para entendermos totalmente que Ele está no comando, que dependemos dEle e que Ele nos escuta quando pedimos “Livra-nos”

Estar nas mãos do Senhor é o melhor lugar para estar. A promessa de Deus é a de sermos “coroa de glória na mão do SENHOR, e um diadema real na mão do teu Deus” (Isaias 62:3)

Não quero estar em outras mãos.

Oração: Pai amado. Impeça que meu coração me engane. Fortaleça minha vida. Eu desejo sentir, viver e estar nas suas mãos. Faze-me então como um vaso na mão do oleiro. Trabalhe em mim. Faça-me resplandecer a sua beleza e a sua glória. E nada, nada me impedirá de dizer: SOU TEU!