Quando Chegam Más Notícias – II

“E sucedeu que, depois disto, os filhos de Moabe, e os filhos de Amom, e com eles outros dos amonitas, vieram à peleja contra Jeosafá. Então vieram alguns que avisaram a Jeosafá, dizendo: Vem contra ti uma grande multidão dalém do mar e da Síria; e eis que já estão em Hazazom-Tamar, que é En-Gedi. Então Jeosafá temeu, e pôs-se a buscar o SENHOR, e apregoou jejum em todo o Judá. E Judá se ajuntou, para pedir socorro ao SENHOR; também de todas as cidades de Judá vieram para buscar ao SENHOR” (II Crônicas 20.1-4)

Jeosafá, rei de Judá, estava em um momento de prosperidade. Nunca esperaria receber más noticias. Ele podia estar sentado na sala como alguns de nós fazemos e vendo o telejornal, quando soou a campainha. Ele recebe a notícia de que os reis das terras ao redor, todos os seus inimigos, haviam se juntado contra ele. Uma grande multidão se levantou contra Judá. Certamente ele seria esmagado junto com todo o povo. A morte era certa.

O que fazer quando chegam más notícias? A ansiedade e o medo levam alguns a comerem mais, outros a dormirem mais, a cabeça gira, as mãos gelam e tremem, uns choram e outros ficam simplesmente paralisados. De sua experiência própria, quando chegam más notícias, os ventos sopram e você está esmagado pelas circunstâncias, o que você faz?

Jeosafá teve medo. Eu teria. Mas esse medo não paralisou o rei. A primeira coisa que ele fez foi buscar a Deus e em sua oração ele colocou com sinceridade, a dificuldade da situação: “Pois não temos força para enfrentar esse exército imenso que vem nos atacar. Não sabemos o que fazer, mas os nossos olhos se voltam para ti” (v. 12). Quando se deparou com uma notícia terrível, Jeosafá orou desesperadamente e se entregou completamente ao Senhor, confessando a sua própria fraqueza e incapacidade de vencer o inimigo (vv 6-12).

O rei recebeu a resposta de Deus e a orientação do que deveria ser feito e foi Deus quem lutou pelo povo, mas antes foi preciso que Jeosafá reconhecesse sua total dependência da soberania e da vontade de Deus.

O que você está fazendo agora? Você já procurou Deus? Se não o fez ainda, faça agora. Reconheça diante de Deus a sua incapacidade de vencer o que está acontecendo e entregue tudo a Ele. Ele transformará sua dor em vitória e transformará o medo em louvor e você conhecerá Deus de uma maneira que nunca conheceu antes.

“Então, na sua angústia, clamaram ao SENHOR, e ele os livrou das suas tribulações” (Salmos 107.28).

Oração: Senhor, eu reconheço que não tenho forças e nem capacidade para vencer a dor e o que está acontecendo. Não sei o que fazer. Quero saber o que tu és e o que queres fazer em minha vida. Dependo unicamente de ti e, por isso, entrego toda a minha vida e tudo o que está acontecendo em tuas mãos. Amém.