Agora Entendo o Beija-Flor – A Face Do Pai Que Me Olhou

Aprendemos através da leitura dos 04 Evangelhos, as biografias do Senhor Jesus Cristo, que a presença de Jesus faz toda diferença. Quando Jesus chegava chamava toda atenção. Sua presença incomodava os inimigos, alegrava as crianças, dava esperança aos derrotados e trazia multidões para simplesmente: Tocar suas vestes; vê-lo passar, no caso de Zaqueu; ouvir sua doce e firme voz ou somente, e tão somente, para olhar para Jesus. Aliás, tudo mudou quando Jesus olhou para você.

Alguns homens e mulheres foram privilegiados. Não precisavam correr atrás do Senhor, subir em árvores, atravessar grandes multidões para tocá-lo, pois Jesus os escolheu como seus discípulos. Pedro foi um destes. Um dos mais famosos. Ele passa três anos com Jesus. O filho de Deus faz dele um discípulo especial. Pedro se relaciona com Jesus diariamente e, mesmo assim, faz-nos entender que não o conhecia tão bem.

Passei anos de minha vida na igreja. Fui criado em um lar cristão. Fui professor da maior escola do mundo, a Escola Bíblica Dominical, ainda adolescente. Fui Embaixador do Rei, Seminarista antes dos 18 anos, sempre entendendo, erroneamente, conhecer Jesus plenamente. Quanta arrogância minha. Os tantos anos na Igreja me davam a certeza que sabia tudo sobre Jesus. Quanta arrogância de Pedro, ele esteve com Jesus por três anos, estava desde o começo do ministério do Senhor, porém era um homem que não sabia quem era verdadeiramente Jesus.

Em Lucas 22: 54 a 62 encontrei resposta e conforto para meu sofrimento temporário. Neste texto Lucas relata a negação de Pedro a Jesus. Pedro, cumprindo a promessa feita a ele por Jesus o nega três vezes. No exato momento que Pedro o nega pela terceira vez acontece algo inimaginável. No texto de Lucas 22: 61 encontramos o olhar de Cristo para alguém que O fizera mal: “O Senhor voltou-se e olhou diretamente para Pedro”. Naquele momento Pedro reconhece quem é Jesus. Era um momento de dor, de sofrimento, de medo e de morte. Momento especial, oportunidade dada por Deus para Pedro reconhecer quem é Jesus. É instante de transformação e não de lamento. Perdão que nunca fora visto, amor fora de todo conhecimento humano, doação completa, entrega total, santidade e obediência tudo isso num simples olhar. Pedro esteve face a face com o Senhor em várias ocasiões. Esteve face a face com Jesus que curava, que ensinava, que adorava o Pai, que abraçava as crianças, que atendia os necessitados, que contava belas histórias, que chorava, mas até aquele momento não tinha estado face a face com Jesus que perdoava, que o amava, ao ponto, de ficar em seu lugar no madeiro, naquela cruz. Como Pedro, eu, considerando e respeitando as devidas proporções, não conhecia Jesus. Entretanto, no sofrimento da perda que vivia, tive a certeza: ELE OLHOU TAMBÉM PARA MIM.

Entendo que Pedro não O conhecia muito bem. Se conhecesse não teria lutado para ser o primeiro, mas seria servo como Jesus fora, o ultimo servo, rei da humildade, senhor da caridade, mestre do amor. Se O conhecesse não teria sido tão violento, teria sido um cordeiro como Jesus foi ao seguir em silêncio para morte de cruz. Se conhecesse Jesus, Pedro não teria negado o Senhor. Tente ficar por míseros segundos no lugar de Pedro. Será que desejas ser sempre o primeiro? Tens andado em caminhos violentos ou caminhos que levam a destruição, tens negado ao Senhor Jesus no seu trabalho, no seu lar, na sua escola, no seu negócio. Hoje, Jesus está olhando profundamente para ti. Mesmo espancado e injuriado, sangrando e com dores terríveis, mesmo assim, O Salvador esqueceu-se de si mesmo e lembrou-se de Pedro. E bastou apenas um olhar, é o que basta para você também.

O olhar de Jesus mudará sua vida, pois ele esconde um amor sem medidas. É um olhar que desconhece dor e transmite para todos a eterna graça do Pai. Graça que não se conta, não podemos medir. Graça, pois vem de Jesus. Graça imerecida, pois somente Jesus sofreu. Sofreu primeiro por ver Pedro sofrer. Sofreu depois porque estava no lugar de Pedro. Jesus sabia que não era fácil para Pedro ver seu mestre morrer. Jesus sabia que era difícil para Pedro ver o seu Messias, seu mestre, seu amigo, a esperança de Israel se esvaindo em sangue, em morte. Jesus sabia quem era Pedro. Pedro somente após o olhar misericordioso de Jesus entendeu quem era o Senhor. E você o que farás em resposta a tamanho amor refletido em um simples olhar?

Max Lucado, em seu livro 3:16 – A mensagem de Deus para vida eterna, baseado no versículo do livro de João, capitulo 3, versículo 16 “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu filho amado para que todo aquele que nele crer não pereça mas tenha a vida eterna”. Fez-me a mesma pergunta: “Quem é capaz de se preocupar com a dor dos outros no ápice de sua própria dor?” Somente Jesus.

** Do livro Agora Entendo o Beija-Flor**
** Todos os direitos reservados **